segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Para bom entendedor meia palavra basta!


Marcos 10.16 – 22


            Ao observarmos os capítulos anteriores percebemos que Jesus vinha de uma longa jornada ensinando aos seus discípulos e as multidões que o cercavam. Jesus vem de cidade em cidade usando os acontecimentos do dia a dia para ensinar aos que o cercavam.

            Jesus estava na região da Judéia quando isto aconteceu isto nos informa Mateus e Marcos. Ali ele fala sobre o divórcio, abençoa as crianças e isto é muito importante pois, a seguir ele fala do jovem rico, que é o texto escolhido.

            Muitas situações e ensinamentos podem ser tirados destes versículos mais o que quero falar é sobre relacionamento. Relacionamento entre homem para com homem e relacionamento do homem para com Deus.

            Este pensamento me surgiu quando estava assistindo a uma propaganda da Coca-Cola em que dizia que podemos acreditar por que os bons ainda são maioria. Além disso, demonstra através de vários dizeres que isto realmente pode ser concebido, pois, os bons ainda são maioria e por ser maioria, o mundo pode ser melhor. Não desacredito que ainda existam pessoas boas, porém somente pessoas transformadas podem mudar este mundo.



1.    Porque me chamas de bom? V 17



·         O jovem veio correndo e se lançou aos pés de Jesus.

·         Um judeu só se prostra diante de Deus; talvez este jovem possa ter está intenção, mais que é descaracterizada por sua adulação a Jesus.

·         “Bom Mestre” – está expressão designa adulação descarada, nem os rabinos daquela época eram chamados assim.



2.    Tem respeitado os mandamentos? V 19 e 20



·         Todos esses mandamentos, com uma só exceção, eram negativos e todos se referem a relacionamento entre pessoas. Perceba que a pergunta central de Jesus consistia em saber não o que ele havia feito de ruim para os outros, mais sim o que ele havia feito de bom. Até que ponto você se esforçou para ajudar, consolar e fortalecer a outros na medida em que poderia tê-lo feito? Em termos gerais, ser respeitável significa não fazer coisas. O cristianismo consiste em fazer coisas. Ali, era justamente, onde este homem e muitos de nós falhamos.



·         Perceba que o jovem não entendeu a mensagem que Jesus queria ensina-lo. “tenho feito isso desde minha juventude”. Olhe os mandamentos na sequencia que Jesus faz aqui, e vamos comparar com Êxodo 20.13-16



3.    Fitando, amou; contrariado, deixou. V 21 e 22



·         Vai, vende, dá. Jesus desmascarou o problema do jovem demonstrando um dos seus efeitos. A exortação de se desfazer dos seus pertences rapidamente revelou como ele se encontrava longe de entender o espírito dos mandamentos divinos.

·         Vem, e segue-me. Aqui está o apelo positivo para confiar em Cristo.

·         Contrariado, deixou - o jovem desiste de uma vida segura com Jesus em amor divino e escolhe continuar amando os seus bens.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo comentário! Deus te Abençoe.